Os Três Estágios na Prática da Oração de Jesus

Os Três Estágios na Prática da Oração de Jesus



Há três estágios de oração. O primeiro nível é a oração oral ou como é frequentemente referido, a oração dos lábios. Este é o estágio inicial em que a oração é repetida de forma audível. Isso envolve mais do nosso cérebro e nos ajuda a concentrar a atenção nas palavras da oração. Aqui nós descobrimos a natureza de nossa mente distraída e a programação do nosso cérebro. Somos assaltados por todo tipo de pensamentos, que insistem em caminhar em cima das palavras de nossa oração. Temos também a sensação de que somos mais do que os nossos pensamentos, quando gradualmente começamos a conhecer a nossa alma. Percebemos que podemos observar nossos pensamentos interferindo em nossa oração. Nós nos perguntamos: "De onde é que esses pensamentos vêm?" Nesta fase a oração é ainda algo externo a nós, por isso temos de considerar isso como um primeiro passo. Este primeiro passo é maravilhosamente ensinado por Abba Joseph neste outro artigo.

O segundo nível é a oração mental. À medida que continuamos com a oração durante um período de tempo, descobriremos que somos capazes de orar sem usar os lábios e dizer a oração silenciosamente em nossa mente. Isso acontece naturalmente. Nós não devemos forçá-la prematuramente. Não tente, com excesso de zelo, ser como a lebre, em vez da tartaruga. Se nós experimentamos distração, neste nível, então, simplesmente voltamos a usar a oração oral. Manter a nossa atenção centrada nas palavras da oração é essencial. Theófano diz que, nesta fase, "a mente deve estar focada em cima das palavras da Oração". Começamos a ver como podemos interromper e neutralizar nossos pensamentos. Descobrimos um novo centro de controle, que estamos começando a ver que existe em nosso coração.

"Quando você tenta unir sua mente com seu coração, a mente encontra uma dureza de coração e não pode penetrá-lo facilmente. A mente vai ser frustrada e distraída por muitos outros pensamentos. Quando você começa a entrar em oração mental, as palavras serão ditas em sua mente e não em seu coração. Este é o lugar onde você começa, nesta fase. Só mais tarde, depois de muita paciência e esforço você vai ser capaz de penetrar o coração. Tente manter o seu foco sobre as palavras quando voce orar, e isto irá, naturalmente, abrir a porta do seu coração." --Conselhos de Elder Paisios sobre a dureza do coração

O terceiro nível é chamado Oração do Coração. Neste nível, a oração não é algo que você faz, mas algo que você é. Esta fase envolve uma ação transformadora, quando você descobre a sua verdadeira natureza. Você descobre que você é muito mais do que um corpo e um cérebro, que você está conectado noeticamente com as energias divinas de Deus e sabe que Ele habita nas profundezas do seu coração. Isso não é algo que você vai ser capaz de explicar aos outros, mas você vai reconhecê-lo. A oração agora é dita de forma contínua, sem qualquer esforço no coração. Este tipo de oração vem como um dom do Espírito Santo. Como Paulo nos diz: "Deus enviou o Espírito de seu Filho em nossos corações, o Espírito que clama: Abba, Pai! '." (Gal. 4: 6). Nesta fase, agora sabemos o que significa estar em união com Deus. Sentimos a Presença Divina dentro e por vezes estamos conectados com a visão da Luz Incriada, que é a energia pura de Deus. Podemos experimentar o Reino dos Céus dentro de cada um de nós. Nesta fase, a porta do nosso coração está bem aberta e encontramos nossas vidas transformadas quando começamos a viver uma vida de amor. Agora podemos orar "sem cessar" como a Escritura nos ensina.