Ser & Saber

A frase "Acredite e não Pesquise" não está escrita na Bíblia.

Ser & Saber



Uma mentira repetida o suficiente torna-se verdade - a tese básica da propaganda. A fórmula "acreditar e não investigar ", que alguns pensam que está "escrita na Bíblia" e que é trazida pelos ateus como argumento para o caráter "opressivo" e "anticonhecimento" da religião cristã, tem uma outra origem. É atribuído ao filósofo grego Celso (sec. II), um oponente do cristianismo. Sua filosofia foi travada anos depois pelo teólogo cristão Orígenes na obra "Contra Celso".

Pelo contrário, o cristianismo incentiva o conhecimento, o estudo e principalmente o discernimento. "Procure em todas as coisas e mantenha o que é bom." (1 Tes. 5:22); "Conhecerás a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8:32); "Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta." (Mateus 7:7-8)

São Gregório Palamas insistiu: "é bom lidar com estudo linguístico, retórica, história, mistérios da natureza, ciência da lógica e figuras geométricas. E isto, não só para poder usá-los para algo, mas também porque treina o olho da alma para poder discernir as coisas."

O estudo, concomitante à prática ascética, promove o perfeito equilíbrio entre "Ser" e "Saber".