Controlar a Raiva

Controlar a Raiva


Uma das doenças comuns que todos enfrentamos é a raiva. Ela pode ser desencadeada de muitas maneiras, geralmente quando alguém se opõe ao que nós pensamos que deve ser feito. Claro que devemos tentar eliminar as causas da raiva, mas também temos de estar preparados para lidar com isso quando nós inevitavelmente sucumbirmos a ela.

A raiva é uma emoção, e a ciência nos mostra que as emoções são o resultado de uma reação corporal muito rápida e complexa acionada por algum evento externo. Quando sentimos um desafio para o nosso ser físico ou ego, há uma reação química que é enviada para nossa corrente sanguínea e assim todo o corpo reage. Isso acontece muito rapidamente. E quando isso acontece, é difícil de superar. É como um cachorro latindo. Uma vez que o cão começa a latir é difícil fazê-lo parar.


Aqui está a maneira de lidar com esta situação, quando ficamos com raiva.


  1. Faça o sinal da Cruz, dizendo: "Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, tem piedade de mim, pecador".
  2. Continue a recitar esta oração. Se a raiva recuar você pode proceder de forma racional. Mas, muitas vezes isso não é suficiente. Reações químicas foram liberadas em sua corrente sanguínea e o corpo está pronto para uma luta. As batidas do seu coração aumentam e você sente-se agitado. Esta é a hora para a Caminhada de Oração.
  3. Faça uma Caminhada de Oração. Conforme voce andar, diga a Oração de Jesus, repetindo uma palavra a cada passo. Ex.: Senhor (passo) Jesus (passo) Cristo (passo), Filho (passo) de (passo) Deus (passo)..... e assim por diante. Continue caminhando e repetindo a oração até que seu corpo tenha retornado a um estado de calma e normalidade. Não volte para a situação que desencadeou a ira até que você sinta paz e amor em seu coração.


Agora você pode começar a refletir sobre a situação que desencadeou este evento e racionalmente escolher a melhor forma de responder a ela de uma forma que seja consistente com os mandamentos de nosso Senhor.

Claro que você deve primeiro ter a capacidade de intervir na situação desencadeadora com esta oração. É por isso é importante incluir a repetição da Oração de Jesus na sua regra de oração diária, e estabelecer esta reação em seu cérebro como uma resposta habitual.