Prezado(a) Buscador(a), Seja Bem-vindo(a)!

 

 

A Oração de Jesus, tambem conhecida como Oração do Coração é uma oração curta,  repetida continuamente como parte de uma prática ascética pessoal. Ela é, para os ortodoxos orientais e os católicos orientais, uma das orações mais profundas e místicas, sendo seu uso parte integrante da tradição eremítica de oração conhecida como Hesicasmo (do grego: ἡσυχάζω, hesychazo, "manter silêncio").

A oração é particularmente apreciada pelos Pais Espirituais desta tradição como método para abrir o coração (kardias). A Oração do Coração é considerada a Oração Incessante que o apóstolo Paulo defende no Novo Testamento.  São Teófano o Recluso considera a Oração de Jesus mais forte do que todas as outras orações em virtude do poder do Santo Nome.

Para nós que damos tanta importância à mente, aprender a orar com o coração e a partir dele tem importância especial. Os monges do deserto nos mostram o caminho. Embora não exponham nenhuma teoria sobre a oração, suas narrativas e seus conselhos concretos apresentam as pedras com as quais os autores espirituais ortodoxos mais tardios construíram uma espiritualidade magnífica.

Os autores espirituais do Monte Sinai, do Monte Athos e os Startsi da Rússia oitocentista apóiam-se todos na tradição do deserto. Encontramos a melhor formulação da oração do coração nas palavras do místico russo Teófano, o Recluso:

"Orar é descer com a mente ao coração e ali ficar diante da face do Senhor, onipresente, onividente dentro de nós".

 

O Caminho da Oração de Jesus

Nossa mente, influenciada pelo ambiente em que vivemos, dominado pela violência, pela competitividade, pela cobiça e pela cultura da aparência, que parece se impor à do ser, converteu-se em inimiga e fonte da inquietude derivada da ânsia interminável.

A Oração do Coração é o refúgio, porque brinda paz à alma, mas não gera inércia, pelo contrário, ativa a ação transformadora. O praticante assíduo e perseverante se fortalece, e, ainda que esteja em meio ao mundo, encontra em si mesmo a distância suficiente entre os estímulos e a reação. Este espaço interior, anterior à resposta que se dá aos acontecimentos, lhe permite atuar com deliberação, buscando coerência entre sua conduta e a mensagem do evangelho.

A oração do nome de jesus, conhecida também como oração do coração, é uma vocação particular, um desejo de unificação profunda da alma, e, em geral, chegam a sentí-la as "almas antigas", que viveram muito e com intensidade, tendo encontrado infelicidade naquilo que aos demais deslumbra.

 

"Aquietai-Vos e Sabei Que Eu Sou Deus"

Qualquer um pode praticar a Oração de Jesus. Pode-se repetí-la em qualquer momento. Para começar a fazer a Oração como parte de nossa regra de oração diária, devemos seguir a direção de Jesus. Ele diz: "Vinde comigo para um lugar deserto, e descansai um pouco" (Marcos 6:31); "Procurai viver em silêncio" (I Tessalonicenses 4:11.); então orar em segredo, sozinho e em silêncio.

Escolha um lugar tranquilo onde você não será perturbado. É melhor se você puder proteger os sentidos de tanto estímulo quanto possível. É melhor fazer a Oração de Jesus no início da manhã, antes do nascer do sol, quando a mente está em repouso e sem distrações, o corpo está relaxado e há pouca atividade para perturbar sua concentração. Alguns podem achar o entardecer ou o início da noite melhor, e, outros reservam um tempo nos dois períodos, manhã e noite, para sua prática com a Oração. O importante é fazê-la diariamente, sem deixar passar um dia sequer. Uma prática diária de 30 minutos no início e no final do dia é uma boa regra de oração, mas, podemos começar com 10 minutos, e, irmos aumentando o tempo aos poucos.

 

 
 

Sente-se em silêncio. Abaixe a cabeça, feche os olhos, respire suavemente, e imagine-se olhando para o seu próprio coração. Leve sua mente, ou seja, os seus pensamentos, de sua cabeça para o seu coração. Ao inspirar, diga: "Senhor Jesus Cristo", ao expirar diga: "tende piedade de mim." Diga movendo os lábios suavemente ou pode simplesmente dizê-lo em sua mente. Tente colocar todos os outros pensamentos de lado. Tenha calma, seja paciente, e repita este exercício espiritual diariamente.

 

"Aquietai-vos e sabei que Eu Sou Deus" (Salmos 46:10) é um convite à Oração Contemplativa, à Oração do Coração, mediante a qual chegamos a vivenciar a presença divina em nosso interior. Então, poderemos exclamar, como Santo Agostinho "Eis que habitavas dentro de mim, e eu te procurava do lado de fora."

Neste site reunimos textos, citações, obras e ensinamentos sobre a Oração de Jesus, Cristianismo Primitivo e os Padres do Deserto.